inteligência artificial_horizons

Qual a aplicabilidade da Inteligência Artificial, tecnologia que deve estar presente nas atividades de 70% das empresas até 2030?

07/10/2020 às 16:24

Em um segmento onde o imperativo natural é a mudança, o mercado de Inteligência Artificial (IA) se aproxima cada vez mais das expectativas geradas décadas atrás, quando começaram as primeiras pesquisas relacionadas ao tema. De acordo com estudos da International Data Corporation (IDC), os investimentos com a tecnologia devem movimentar gastos globais de quase US$ 98 bilhões em 2023, mais do que o dobro do ano passado, estimado em US$ 37,5 bilhões.

De acordo com a Mckinsey, empresa de consultoria empresarial entre as mais renomadas do mundo, a IA deve ser adotada, em maior ou menor grau, em 70% dos empreendimentos até 2030. “O interesse nesse ramo da ciência da computação é acentuado por conta do seu potencial em coordenar ou supervisionar atividades que antes acreditávamos que só eram possíveis de serem conduzidas por humanos”, afirma Ricardo Montanher, diretor da Horizons Telecom, especializada em telecomunicações e tecnologia da informação.

Essas máquinas inteligentes são capazes, por exemplo, de realizar ações com certo grau de autonomia a partir de uma análise completa das circunstâncias e riscos envolvidos. Pode até parecer difícil de perceber falando assim, mas a IA já está mais do que adaptada ao nosso cotidiano atualmente. É possível notar a sua presença nas dicas personalizadas de streaming, pesquisas no Google, aplicativos de navegação por GPS, sistemas de celulares que “completam” as frases dos usuários, entre outros.

“Com o avanço dessa tecnologia, que se mostra cada vez mais segura, o mercado deve apostar em estratégias que explorem ao máximo o potencial da IA”, diz Montanher. A fala corrobora com divulgações recentes do AI Index, principal estudo internacional sobre o tema. Segundo a pesquisa, entre 2017 e 2018, o tempo necessário para treinar um sistema de classificações de imagens na nuvem caiu de três horas para 88 segundos, enquanto a taxa de erro no mesmo modelo recuou de 0.25 em 2011 para 0.02 em 2017.

Setores como agricultura e logística podem se beneficiar, por exemplo, com sistemas mais inteligentes de monitoramento, reduzindo os custos e riscos presentes nas operações, comenta Montanher. “Já estamos vivenciando essas mudanças de forma gradual. A expectativa atual é de que nos próximos anos a aplicabilidade dessa tecnologia seja ainda maior em outros segmentos, visto que a IA pode ser utilizada em praticamente todos os setores de mercado”, conclui.

Sobre a Horizons Telecom – A Horizons Telecom é uma operadora de telecomunicações, provendo serviços de conectividade, Internet e telefonia, criada pelo empresário Haroldo Jacobovicz. Com redes de fibra óptica de alta confiabilidade e disponibilidade, a Horizons disponibiliza links dedicados, proporcionando comunicação rápida e segura. Esses e outros serviços da Horizons contam com o suporte técnico especializado 24 horas por dia, sete dias por semana. Atua nas cidades de Curitiba/PR e região metropolitana, Barueri/SP, São José dos Campos/SP, Osasco/SP, Mauá/SP, Santo André/SP e Taboão da Serra/SP. Mais informações: www.horizonstelecom.com.