bg-noticias

HOSPITAL PEQUENO PRÍNCIPE

TECNOLOGIA EM PROL DA SAÚDE

24/08/2016 às 17:37

Hospital Pequeno PríncipeO Hospital Pequeno Príncipe – referência nacional em atendimentos em saúde de alta e média complexidade – tem como diretriz o cuidado humanizado e integral de crianças e adolescentes, além da luta pela garantia dos direitos fundamentais de meninos e meninas. Instituição filantrópica, tem contado, em seus 96 anos de história, com a mobilização da sociedade para a manutenção e ampliação das suas atividades. Um de seus apoiadores é a Horizons Business Telecom, que em 2015 contribuiu com dois importantes projetos que beneficiaram a entidade: Pelo Direito à Vida e Eu Vejo Assim.

Em conjunto com outras organizações patrocinadoras, a empresa de soluções em internet colaborou diretamente com a instituição e os pacientes atendidos por ela. “Em nosso dia a dia, buscamos incansavelmente dar condições para que nossas crianças e nossos adolescentes tenham acesso aos melhores tratamentos, equipamentos e medicamentos. Para garantirmos a saúde de excelência, associada a outros fatores, como o acesso à cultura, a colaboração de empresas, como a Horizons, é fundamental”, ressalta a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

Um dos projetos apoiados pela companhia é o Pelo Direito à Vida. A iniciativa tem como objetivo promover a saúde por meio da associação entre assistência hospitalar e ambulatorial, desenvolvimento de pesquisas, formação de profissionais e difusão de conhecimento. A contribuição da Horizons cooperou para a aquisição de materiais e equipamentos, o desenvolvimento de estudos científicos, a qualificação da equipe multidisciplinar do Hospital e a produção de conhecimento.

“O projeto ajudou a proporcionar melhor estrutura material e de equipamentos,  qualidade de atendimento e resultado no tratamento. Consequentemente, gerou mais qualidade de vida aos nossos pequenos pacientes e a redução da mortalidade infantojuvenil”, informa Ety.

Mais cultura

Outro projeto patrocinado pela empresa de soluções em internet, juntamente a outras empresas apoiadoras, foi o Eu Vejo Assim. A iniciativa cultural foi realizada pela Montenegro Produções Culturais, com o apoio do Hospital Pequeno Príncipe, que também foi a instituição beneficiada. A proposta foi utilizar a ilustração, a fotografia e a arte digital para transformar cenários de sonhos em realidade.

No projeto cultural, crianças e adolescentes em tratamento no Hospital ilustraram seus sonhos infantis por meio do desenho e da poesia, criando cenários puros e distantes dos contrastes atuais. Os desenhos foram fotografados e trabalhados com arte digital. O resultado foi exposto, em abril, em uma galeria de arte localizada em um shopping de Curitiba.

Mais tecnologia

Além dos projetos patrocinados via renúncia fiscal, a Horizons Business Telecom mantém uma parceria com o Hospital Pequeno Príncipe para soluções em internet. A instituição contratou um link de dados simétrico para acesso a Internet em alta velocidade. Por meio da rede de comunicação, garante-se a eficiência na liberação e autorização de consultas e exames; a marcação de consultas; o acesso ao portal de pesquisas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); e a realização de transações financeiras, por exemplo.

De acordo com o gerente de tecnologia da informação do Pequeno Príncipe, Laércio Santo de Araújo, a instituição tem contado com estabilidade de conexão e velocidade devido ao link em fibra óptica da Horizons. Atualmente, 1.430 usuários são impactados pela conexão no Hospital. Em dois anos de serviços prestados, afirma Araújo, não foi registrada nenhuma situação de dificuldade. “Uma conectividade segura, ágil e eficaz contribui para a prestação de um atendimento de qualidade e para que a entidade atinja seu propósito principal, que é garantir a saúde de seus pacientes”, completa.

Sobre o Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe é o maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil. Referência nacional em atendimentos de alta e média complexidade, destina 70% da sua capacidade a pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Oferece tratamentos em 32 especialidades e conta com 370 leitos, sendo 60 em UTIs.

Somente em 2015, registrou 311.492 atendimentos ambulatoriais (consultas, emergência, terapias e procedimentos de prevenção); 23.231 internações; 20.031 cirurgias; e 781.781 exames laboratoriais, de imagem, métodos gráficos e serviços diagnósticos e terapêuticos específicos. Somou, ainda, 180 transplantes, sendo 21 de órgãos, 138 de tecidos ósseos e 21 de medula óssea.